Transporte de Acidentados

23 de fevereiro de 2009 at 5:10 am 6 comentários

A movimentação ou transporte de um acidentado ou doente devem ser feitos com cuidado a fim de não complicar as lesões existentes.
ANTES DE PROVIDENCIAR A REMOÇÃO DA VÍTIMA Controle a hemorragia
Mantenha a respiração
Imobilize todos os pontos suspeitos de fraturas; e
Evite ou controle o estado de choque
A MACA É O MELHOR MEIO DE TRANSPORTE

Pode-se fazer uma boa maca adotando-se duas camisas ou um paletó em duas varas ou bastões resistentes ou enrolando um cobertor, dobrado em três, em volta de tubos de ferro ou bastões. Ou ainda, usando uma tábua larga.

Ao remover ou transportar a vítima, obedeça às seguintes orientações. COMO LEVANTAR A VÍTIMA COM SEGURANÇA
Se o ferido tiver de ser levantado antes de um exame para verificação das lesões, cada parte de seu corpo deve ser apoiada. O corpo tem de ser mantido sempre em linha reta, não devendo ser curvado. COMO PUXAR O FERIDO PARA LOCAL SEGURO
Puxe a vítima pela direção da cabeça ou pelos pés. NUNCA PELOS LADOS. Tenha o cuidado de certificar-se de que a cabeça está protegida. COMO TRANSPORTAR A VÍTIMA
Ao remover um ferido para um local onde possa ser usada a maca, adote o método de uma, duas ou três pessoas para o transporte da vítima (conforme ilustração), dependendo do tipo e da gravidade da lesão, da ajuda disponível e do local (escadas, paredes, passagens estreitas, etc.)

Os métodos que empregam um ou dois socorristas são ideais para transportar uma pessoa que esteja inconsciente devido a afogamento ou asfixia. Todavia, não servem para carregar um ferido com suspeita de fraturas ou outras lesões graves. Em tais casos, use sempre o método de três socorristas.

EMPREGUE UM DOS MÉTODOS ABAIXO, CONFORME O CASO:

1. Transporte de apoio.
2. Transporte em “cadeirinha”
3. Transporte em cadeira
4. Transporte em braço
5. Transporte nas costas
6. Transporte pela extremidade
7. Transporte em tábua com imobilização do pescoço (suspeita de fratura de coluna) O transporte de acidentados em veículos (ambulâncias ou carros) merece também cuidados
Oriente o motorista quanto a freadas bruscas e balanços contínuos, que poderão agravar o estado da vítima
Lembre-se de que o excesso de velocidade, longe de apressar o salvamento do acidentado, poderá causar novas vítimas
MANIPULAÇÕES ERRADAS NA COLUNA CERVICAL SÃO RESPONSÁVEIS POR INÚMERAS LESÕES DEFINITIVAS OU AGRAVAMENTO DAS CONDIÇÕES DA MEDULA ESPINHAL.

About these ads

Entry filed under: Sem categoria. Tags: .

Ações em uma emergencia

6 Comentários Add your own

  • 1. jhenny  |  19 de outubro de 2010 às 12:48 am

    adorei o conteudo bastante objetivo e preciso.

    Responder
  • 2. Amanda.  |  29 de novembro de 2010 às 3:12 pm

    Qual seria a diferença entre o transporte em cadeira do transporte em “cadeirinha”?

    Responder
  • 3. nem enteressa  |  2 de setembro de 2011 às 8:55 pm

    seu chato blog

    Responder
  • 4. dan  |  10 de dezembro de 2011 às 1:40 pm

    muito ruim ! ñ exclarece nada ñ ensina nada.

    Responder
  • 5. rodrigo  |  14 de maio de 2012 às 7:29 am

    gostei dimais valeu

    Responder
  • 6. beatriz ramos  |  28 de julho de 2012 às 11:14 pm

    ameii, mt boom :)

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Tópicos recentes


Páginas

Blog Stats

  • 48,142 hits

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: